sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

Poesia ao amor...

Se tudo se rendesse ao pleno interesse e se nada fosse salgado 
como o mar ou ao menos descançasee ao  som do ar...
Se as coisas na vida fossem corridas e vividas...
Se tudo fosse resolvido ao som mais breve silêncio...
Se toda agonia fosse descartada e arrancada,
será que ainda assim haveria incertezas?
Ou será que desta forma sobraríanos certezas?
Será que haveriam subidas e barrancos?
Flores e trancos?

Será que ainda assim haveria amor ou 
um sentimento difusor?
Será que haveria chance por mais que estivesse 
longe de nosso alcance?

Será que tudo seria diferente como um ohar 
reluzente?
Será que teríamos chances a ponto de virarmos 
anjos para assim recaregarmos os ânimos?

                        Millena Luf

quarta-feira, 26 de dezembro de 2012

O mundo e seus contornos...

Fiz de meu mundo um poema

com ou sem rimas para causar ou 

não intrigas e despertar olhares que,

de tão enigmáticos,surpreendem ou

corrompem,mexem e contornam 

os mais variados versos e rimas

de amores e mares intensos a 

esperar o tempo certo e real 

de um amor que não existe igual.

                                              Milena Luf

quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

Universo infinito...

Sei que estou longe do universo,
a aguardar  meu regresso
para tirar o veto que um dia
mostrou-se reto.
Rombos,tombos,tropeções e 
regressos fazem parte de um 
mundo concreto.
            Milena Jane Maluf

O amor e suas tréguas...

Achei-te meu amor...
Achei-te em livros,
Achei-te em sonhos
e até em discos.

Modernidade não é nosso forte,
porém refletir sobre o passado nos traz sorte.

Não lembro,mas relembro a cada amanhecer 
o som de viver.

Se ainda há tréguas,
não sei...

Nem ao menos sei se continuarei...

                 Milena Jane Maluf

quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

Os devaneios do coração.

Vamps,vampiros,vampirões
Por onde esconde-se alma,
seus gritos,seus vulcões?

A alma eólica,seus receios,
seus medos,seus amores,
seus mais íntimos segredos?
Seus temores...

Aonde estão suas garras de guerreiro?
Onde estará meu amor verdadeiro?

Aqui,acolá,em algum lugar?
Por que tanto temor meu amor?
Já pudemos provar ao mundo que o 
labirinto tem sim várias saidas,
mas apenas uma nos leva ao verdadeiro
destino...

                                                             Milena Jane Maluf


IMPRESSÕES & DIGITAIS: Impressão de voar em amores

IMPRESSÕES & DIGITAIS: Impressão de voar em amores: O vento passa. A vida passa. Passando. Passarada. Passa encilhada, passa lépido, sem rédeas. Cabe a nós montarmos e nos deixarmos levar par...

quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

Amor é sempre amor...

Já não sei ao certo se quero ou se sufoco.

Se ando,se manco,se caio de vez ou conto até três.

O que lá deixei,eu não sei e nem relutei.

Malícia do acaso ou de um passo dado

que,bem ou mal saiu do meu quintal e 

agora requer toda a emergência  e 

inteligência do mais emergente,

contável e notável amor.
                              
                   Milena Jane Maluf

domingo, 9 de dezembro de 2012

Nas nuvens...

Preciso de ti e não de lembranças...

Preciso de luz,de alma,de algo que seduz...

Não preciso mais de rezas nem velas...

Já nem sei presiso da grama das montanhas

ou se bastaría-me a luzes que seduzem...

Queria apenas ser um pequeno batel

para lá ficar e imaginar que estamos no céu.

                                                Milena Jane Maluf

sábado, 8 de dezembro de 2012

O amor e o mundo!

O mundo é meu ,o mundo é teu e o amor é nosso.

Então se é assim,por que estas longe mim?

Por que o mundo foi tão cruel?

Por que levou-me para tão longe de ti?

Por que meu olhos não alcançam a rua tua?

E por que o amor se escondeu atras de um pigimeu?
                     
                               Milena Jane Maluf

Notinhas...

Vivo a sorrir e a completar meu estudo lunar.
Tenho ideias que ao toque mais profundo,
fazem-me sonhar...
Imagino violões e canções que um dia ,
já fizeram parte do ataque e regresso
como um progresso ao sucesso.
Não tenho mais o que temer...
Sem ataques ou mimos,levo a vida sorrindo.

                                   Milena Jane Maluf

sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

Poema ao meu amor...

Meu amor não é mal
e nem é de um tempo vivido,
ou seria de um tempo ambíguo?

Faria parte então de um tempo amigo,
ou seria um recado de um tempo sofrido?

Seria nosso amor antigo ou 
seria um amor pacato que ficara de lado?

                            Mlena Jane Maluf

quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

Postagem de Amor...

Talvez eu erre 
Talvez eu negue

Quem sabe eu conclua e saiba?
Ou quem sabe eu fique com raiva?

Mas será que valerá a pena
resistir a este amor que já saiu de cena?
Ou será que a história provará que todo 
o amor não passou?

                                     Milena Jane Maluf

terça-feira, 4 de dezembro de 2012

A dor & o amor

Saudade não é dor.
Saudade apenas mostra-nos 
que o amor jamais fora fraco
e é feito de momentos sensatos.

O amor não é feito de de galhos e nem 
de relvas.Nem de tombos nem pedras.

Nem de cor e nem de dor.

Muito menos de lírios e colírios.

Então seria o amor tão abstrato e ficaria 

para sempre de lado?

                             Milena Jane Maluf

sábado, 1 de dezembro de 2012

Poesia do amor

Meu amor é de cantos e barrancos.
De quintas e avenidas e ruas sem 
saída.
 Estou de pés e mãos atados
 e não sei se estou à espera de um alcance 
ou de uma chance comigo,contigo,sei lá.

Em busca do amor,saí e me perdi.
Talvez no tempo,talvez na vida.

Talvez seja minha sina e por isso,
esta poesia.

Às veses nos comprometemos com 
o amor.Às veses com o coração ou 
às veses tudo é em vão.
Às veses,basta um beijo de amor...

Às veses somos forçadaos pelo destino 
a nos comportar como um tal num dia ensolarado
e com o astral climatizado,apenas em busca de um amor encontrado na falta ou na saudade.

Uma saudade que roça mas não se encosta,
que queima mas não aconchega.

Um amor de almas e calmas ao notar 
que a vida passa numa fração de segundos
a sentir um amor profundo.

Se a fantasia acabar com o raiar do dia,
aguarde pela tarde ou pelas estrelas que 
ansiosas pela explosão dos amores 
mais intergaláticos e merecedores de um 
tempo certo onde tudo parece asmatico e 
lunático,sorria.
Um breve sorriso que antecede a mais mágica
forma de amar e no conforto das palavras,digo:
Meu amor!
Enfim,dou-me conta de que não há fantasmas,tristezas ou sentimentos banais.
O que são sentimentos eternos e reais?

                                  
                             Milena Jane Maluf

sexta-feira, 30 de novembro de 2012

Poesias da Milena

Estou na melhor hora do dia,da noite,sei lá...

Hora de fazer,ler um bom livro,de saborear a maçã

e dormir...tranquilamente,sem algo pendente a 

pensar...ouvir uma boa música,refletir as estrelas,

curtir o barulho do mar ou ficar no constante brilho

do silêncio.
                                        Milena Luf


terça-feira, 27 de novembro de 2012

Poesia não tem hora! oras...

Sei que está um pouco tarde e mesmo assim,não quero dormir.

Quero apenas deitar-me a sonhar,mesmo se for com o dia de 
ontem...

Seria melhor sonhar com o dia de hoje?

Ou seria melhor sonhar com o futuro,
afim dele não chegar para assim o sonho não acabar?
                         
                              Milena Jane Maluf

segunda-feira, 26 de novembro de 2012

Entrelinhas...

Hoje escrevo.Simplesmente escrevo uma carta à você,
pois hoje eu sonho o meu sonho.

Sonhar dormindo,sonhar acordada para apenas sonhar...
           (contigo)

Em noites,já não tão frias,despeço-me das linhas que 
um dia foram minhas...

Não despeço-me de ti e nem de mim a saber que 
foram nossas as entrelinhas...
                             
                                               Milena Jane Maluf

domingo, 25 de novembro de 2012

Mais um poema de amor...

Levo o amor por toda vida...

O amor que me fascina e 

e encanta-me com toda sua sina.



Levo meu amor para onde for.

Levo teus recados para todos os lados


Levo tuas criancisses

 e não tuas meninisses.


Coloque-me num carrossel,

que levarei-te ao céu...
                                      
Mesmo com chuvas e trovoadas,

ou com ruas arriscadas.



Mesmo que a tarde dilate o sol,

o amor chegará e a noite reinará...

                                      Milena Jane Maluf

sábado, 24 de novembro de 2012

Universo de regresso...

Sinto-me cansada e com palavras 

recorro às malas do destino.

Não para ir embora,pois muito 

demora a questão do coração

neste universo de regresso!
                                         Milena Jane Maluf

sexta-feira, 23 de novembro de 2012

Amor,para sempre amor...

Queria o amor,queria o destino...
para sempre,levarei-te comigo.


Seja em meus sonhos,em meu coração.
Sei lá...

Queria o brilho das estrelas,
porém a lua vencera a noite,
a trazer a sol no horizonte.

                           Milena Jane Maluf

Meu coração

Meu coração,sempre na conta-mão,

perdido em palavras e tocaias que

não se cansam,porém cantam noutra direção.

Direção que não clama por perdão

e sim por outra direção...
                   
                      Milena Luf

quinta-feira, 22 de novembro de 2012

Luar...apenas o luar...

Já nem tenho mais lenços e dedos para contar 

e nem bocas a calar.

Tenho apenas de mostrar o quanto posso amar

e assim entregar-me ao luar...

                          Milena Jane Maluf

quarta-feira, 21 de novembro de 2012

Poema nas nuvens...

Se devo ouvir os sinais do coração,

eu não sei...

Se os sinais do amor se refletirem 

em mim,é sinal que gosto de ti.

Se as nuvens do céu ficarem doces 

como mel,talves aconteça no próximo mês...

Se o coração aguardar,saberá a hora de amar!

                   Milena Jane Maluf    

segunda-feira, 19 de novembro de 2012

ah... meu coração!!!

        ah... meu coração!

Razão ou emoção? Arroz ou feijão?kkk

Ó futuro incerto... Será uma cilada

ou uma deliciosa armadilha?

Será  o céu ou o mar?

Isso apenas o futuro dirá...
                         
                          Milena Jane Maluf

Amor...

"Poetas da Madrugada" Meu cantinho literário *: Luis de Camões:
Love is a fire that burns unsen

A wound that aches yet isn't felt

As allways discontent content

A longuing nothing hurtiing but tore long

As always discontent content.

A longing nothing hurting but tore long.

As lonlynees the mustd of peoplle.

A never feeling when pleced.

A passion that gains when lost my thouth
                                             Luis de Camões

Oração ao Tempo - Caetano Veloso

"Poetas da Madrugada" Meu cantinho literário *:                                                   ...

"Poetas da Madrugada" Meu cantinho literário *:                                                   ...:                                                        Porquê o  amor é azul... 

"Poetas da Madrugada" Meu cantinho literário *: Dolphins from Le Grand Bleu/The Big Blue

"Poetas da Madrugada" Meu cantinho literário *: Dolphins from Le Grand Bleu/The Big Blue

poeminhas de amor

Amor,para sempre o amor...

O amor que imagino ou imaginei

e que para sempre guardarei,

pois no destino manterei a  vontade 

de viver...
            Milena Jane Maluf

sábado, 17 de novembro de 2012

"Poetas da Madrugada" Meu cantinho literário *: Você tem fé??? Acredita que exista uma força maior...

"Poetas da Madrugada" Meu cantinho literário *: Você tem fé??? Acredita que exista uma força maior...: A fé abre a porta do conhecimento.A incredulidade fecha-a. SANTO AGOSTINHO

"Poetas da Madrugada" Meu cantinho literário *: Apenas mais uma poesia...

"Poetas da Madrugada" Meu cantinho literário *: Apenas mais uma poesia...: Reuni todo o amor que separou nossos corações mas que uniu forças e não zombou das promessas de amor... Pura e verdadeiramente, c...

"Poetas da Madrugada" Meu cantinho literário *: Apenas uma doce poesia

"Poetas da Madrugada" Meu cantinho literário *: Apenas uma doce poesia: Senti o sol ir embora com a noite que não tinha estrelas. Apenas trazia consigo a mais doce das certezas,cósmicas ou celestiais, de vid...

"Poetas da Madrugada" Meu cantinho literário *: Apenas mais uma poesia...

"Poetas da Madrugada" Meu cantinho literário *: Apenas mais uma poesia...: Reuni todo o amor que separou nossos corações mas que uniu forças e não zombou das promessas de amor... Pura e verdadeiramente, c...

"Poetas da Madrugada" Meu cantinho literário *: Cara ou coroa

"Poetas da Madrugada" Meu cantinho literário *: Cara ou coroa: Os sonhos,a noite,o ar,o destino,o amor... Amar a quem te ama ou ao menos clama por  seu nome e sente sua ausência. Tudo é muito be...

"Poetas da Madrugada" Meu cantinho literário *: luzes do amor...

"Poetas da Madrugada" Meu cantinho literário *: luzes do amor...: Amor que brilha com as Luzes do ser do Maluco sentimento Antes,bem antes da glória Feito de sonhos Lindos e floridos Únicos e che...

"Poetas da Madrugada" Meu cantinho literário *: Vou te levar

"Poetas da Madrugada" Meu cantinho literário *: Vou te levar: Levar o amor para onde for! Te levar para longe...   Te levar...

"Poetas da Madrugada" Meu cantinho literário *: Cancao do Mar

"Poetas da Madrugada" Meu cantinho literário *: Cancao do Mar

"Poetas da Madrugada" Meu cantinho literário *: Lobão - Vou te levar [DVD Acústico MTV]

"Poetas da Madrugada" Meu cantinho literário *: Lobão - Vou te levar [DVD Acústico MTV]

"Poetas da Madrugada" Meu cantinho literário *: Altas horas

"Poetas da Madrugada" Meu cantinho literário *: Altas horas: Altas horas da madrugada, ainda acordada, a pensar em tudo e a não concluir nada. Maldosas horas que refletem outrora a minimizar a saudad...

"Poetas da Madrugada" Meu cantinho literário *: Altas horas

"Poetas da Madrugada" Meu cantinho literário *: Altas horas: Altas horas da madrugada, ainda acordada, a pensar em tudo e a não concluir nada. Maldosas horas que refletem outrora a minimizar a saudad...

"Poetas da Madrugada" Meu cantinho literário *: Legião Urbana - Monte Castelo

"Poetas da Madrugada" Meu cantinho literário *: Legião Urbana - Monte Castelo

"Poetas da Madrugada" Meu cantinho literário *: Declaração dos Direitos dos Animais by Lionel Falc...

"Poetas da Madrugada" Meu cantinho literário *: Declaração dos Direitos dos Animais by Lionel Falc...: blog bonequinha

"Poetas da Madrugada" Meu cantinho literário *: 500 Days of Summer - The Smiths - There is a light...

"Poetas da Madrugada" Meu cantinho literário *: 500 Days of Summer - The Smiths - There is a light...

"Poetas da Madrugada" Meu cantinho literário *: Lobão - Vou te levar [DVD Acústico MTV]

                                          "Vou te levar para longe..."


"Poetas da Madrugada" Meu cantinho literário *: Lobão - Vou te levar [DVD Acústico MTV]

"Poetas da Madrugada" Meu cantinho literário *: luzes do amor...

"Poetas da Madrugada" Meu cantinho literário *: luzes do amor...: Amor que bilha com as Luzes do ser do Maluco sentimento Antes,bem antes da glória Feito de sonhos Lindos e floridos Únicos e che...

"Poetas da Madrugada" Meu cantinho literário *: Abelardo e Heloísa pgs:1...

"Poetas da Madrugada" Meu cantinho literário *: Abelardo e Heloísa pgs:1...: O romance entre Heloísa e o filósofo Abelardo iniciou-se em Paris ,no período final da Idade Média e o início da Renascença. Abelardo havia...

"Poetas da Madrugada" Meu cantinho literário *: Poesia...

"Poetas da Madrugada" Meu cantinho literário *: Poesia...: Sei apenas dos sonhos que encantei-me e das nuvens que lá deixei, com toda minha sina de menina. Tivera lindos sonhos ...  Límpi...

"Poetas da Madrugada" Meu cantinho literário *: Sonic Youth - Superstar

"Poetas da Madrugada" Meu cantinho literário *: Sonic Youth - Superstar

"Poetas da Madrugada" Meu cantinho literário *: Minhas 3 fases

"Poetas da Madrugada" Meu cantinho literário *: Minhas 3 fases: Garota legal Simpática                                                                              enigmátca                      ...

"Poetas da Madrugada" Meu cantinho literário *: Secos & Molhados - Que Fim Levaram Todas As Flores...

"Poetas da Madrugada" Meu cantinho literário *: Secos & Molhados - Que Fim Levaram Todas As Flores...

"Poetas da Madrugada" Meu cantinho literário *: OLIVIA BROADFIELD - It´s a long way (legendado)

"Poetas da Madrugada" Meu cantinho literário *: OLIVIA BROADFIELD - It´s a long way (legendado)

"Poetas da Madrugada" Meu cantinho literário *: Luis de Camões

"Poetas da Madrugada" Meu cantinho literário *: Luis de Camões: Love is a fire that burns unsen A wound that aches yet isn't felt As allways discontent content A longuing nothing hurtiing but tore long A...

"Poetas da Madrugada" Meu cantinho literário *: Enya - Only Time

"Poetas da Madrugada" Meu cantinho literário *: Enya - Only Time

"Poetas da Madrugada" Meu cantinho literário *: Vontades

"Poetas da Madrugada" Meu cantinho literário *: Vontades: As vontades são feitas de pequenos gestos e fantasias surreais que tornam-se realidade!!!   Milena

"Poetas da Madrugada" Meu cantinho literário *: A infantilidade mundial

"Poetas da Madrugada" Meu cantinho literário *: A infantilidade mundial: War is always the choice of who will wide not fight!!! A guerra é sempre a escolha com quem não devemos lutar!!!  Bono Vox                 ...

"Poetas da Madrugada" Meu cantinho literário *: O sentido da vida

"Poetas da Madrugada" Meu cantinho literário *: O sentido da vida:         -O sentido da vida constitui um questionamento filosófico cerca do propósito e significa da existência humana . Segundo P.Tiedem,e...

"Poetas da Madrugada" Meu cantinho literário *: O rizo

"Poetas da Madrugada" Meu cantinho literário *: O rizo: O rizo é consequência de de uma desarmonia para a qual ocorre algo ligeiramente antealeatório à vida social.A repercução do cômico é sem fim...

"Poetas da Madrugada" Meu cantinho literário *: Você acha que na vida tudo é um jogo?

"Poetas da Madrugada" Meu cantinho literário *: Você acha que na vida tudo é um jogo?: Você joga com a vida? Com o amor? Com os sentimentos? Com as palavras? Então tome muito cuidado e sempre proteja-se de maus pensamentos...

"Poetas da Madrugada" Meu cantinho literário *: Você luta com armas?

"Poetas da Madrugada" Meu cantinho literário *: Você luta com armas?: Pois é,nesta altura do campeonato, já nem sei mais o que pensar. A munição de minhas armas brancas está se esgotando e nem sei mais como ...

"Poetas da Madrugada" Meu cantinho literário *: A Felicidade

"Poetas da Madrugada" Meu cantinho literário *: A Felicidade:   Felicidade é todo o bom  sentimento   que nos é transmitido.   Não é mais do que os  sonhos conquitados.              É simplesment...

"Poetas da Madrugada" Meu cantinho literário *: Os amores...

"Poetas da Madrugada" Meu cantinho literário *: Os amores...: Quem saberá o que a vida nos reserva? Amores ,dissabores,ilusões,desilusões... Tudo isso faz parte se um conjuto de emoções compartilhada...

"Poetas da Madrugada" Meu cantinho literário *: O céu e mar...

"Poetas da Madrugada" Meu cantinho literário *: O céu e mar...: Dia e noite penso em mim e em ti Ontém,hoje. Por todo sempre... Pela eternidade Por toda felicidade Por todo céu Por todo universo P...

"Poetas da Madrugada" Meu cantinho literário *: O raiar do sol

"Poetas da Madrugada" Meu cantinho literário *: O raiar do sol: A lua brilhou,o O sol guardou-se e entre chuvas e trovões Olhei pela janela e avistei duas direções que tinham diferentes rumos e trilh...

"Poetas da Madrugada" Meu cantinho literário *: Apenas mais uma poesia...

"Poetas da Madrugada" Meu cantinho literário *: Apenas mais uma poesia...: Chega de micagem ou qualquer tipo de maldade. Crueldade do tempo é mais que o enredo. Mas se o o amor está ao relento, não podemos ser ...

"Poetas da Madrugada" Meu cantinho literário *: frases

"Poetas da Madrugada" Meu cantinho literário *: frases: Pode até ser que não haja saída, que não haja mais credulidade mas certamente,sempre haverá  amor!                                  ...

"Poetas da Madrugada" Meu cantinho literário *: frases

"Poetas da Madrugada" Meu cantinho literário *: frases

"Poetas da Madrugada" Meu cantinho literário *: Vontades

"Poetas da Madrugada" Meu cantinho literário *: Vontades: As vontades são feitas de pequenos gestos e fantasias surreais que tornam-se realidade!!!   Milena

"Poetas da Madrugada" Meu cantinho literário *: A infantilidade mundial

"Poetas da Madrugada" Meu cantinho literário *: A infantilidade mundial: War is always the choice of who will wide not fight!!! A guerra é sempre a escolha com quem não devemos lutar!!!  Bono Vox                 ...

"Poetas da Madrugada" Meu cantinho literário *: Adoro a delicadeza de uma flor,A meiguice de um g...

"Poetas da Madrugada" Meu cantinho literário *: Adoro a delicadeza de uma flor, A meiguice de um g...: Adoro a delicadeza de uma flor, A meiguice de um girassol que brilha a cada amanhecer Que se encanta ao avistar a aurora e que sonha ao a...

"Poetas da Madrugada" Meu cantinho literário *: Amar,sonhar e ler não se manda

"Poetas da Madrugada" Meu cantinho literário *: Amar,sonhar e ler não se manda: Certa vez,minha mãe disse-me uma frase que para mim,fez todo o sentido: "Amar,sonhar e ler não se manda..."(autor ???) Então ponderei so...

"Poetas da Madrugada" Meu cantinho literário *: Tempinho básico

"Poetas da Madrugada" Meu cantinho literário *: Tempinho básico: O tempo é precioso? para que? para quem? Há tempos na vida que são únicos e exclusivamente raros a quem os vive. o tempo é cosntituído ...

"Poetas da Madrugada" Meu cantinho literário *: Metáfora dos sentimentos

"Poetas da Madrugada" Meu cantinho literário *: Metáfora dos sentimentos: Naveguei contra o tempo remei contra a maré Fui de encontro com a lua... e ao longe onde avistava-se O horizonte num cais infinito... ...

"Poetas da Madrugada" Meu cantinho literário *:                                                   ...

"Poetas da Madrugada" Meu cantinho literário *:                                                   ...:                                                        Porquê o  amor é azul...                                                         Qu...

"Poetas da Madrugada" Meu cantinho literário *: Milena x Milena

"Poetas da Madrugada" Meu cantinho literário *: Milena x Milena: Simpática :questão de opinião                                                                                     Atenciosa: com quem merece...

"Poetas da Madrugada" Meu cantinho literário *: ah... meu coração!!!

"Poetas da Madrugada" Meu cantinho literário *: ah... meu coração!!!: Razão ou emoção? Arroz ou feijão?kkk Ó futuro incerto... Será uma cilada  ou uma deliciosa armadilha? Será  o céu ou o mar? Isso.só o futuro...

"Poetas da Madrugada" Meu cantinho literário *: Eu conquistei a paz. Mas o que é paz p/ vc?

"Poetas da Madrugada" Meu cantinho literário *: Eu conquistei a paz. Mas o que é paz p/ vc?: A paz  nada mais é do que viver bem consigo mesmo. Não é mais do que queremos ou menos do que desejamos. A paz é a tranquilidade dos des...

"Poetas da Madrugada" Meu cantinho literário *: Poesia do tempo...

"Poetas da Madrugada" Meu cantinho literário *: Poesia do tempo...: Não é ganância ou ilusão Nem por riqueza ou por uma simples aptidão com  o tempo... Simplesmente é amor. Amor dos ventos que sopram ...

"Poetas da Madrugada" Meu cantinho literário *: Apenas mais uma poesia...

"Poetas da Madrugada" Meu cantinho literário *: Apenas mais uma poesia...: Chega de micagem ou qualquer tipo de maldade. Crueldade do tempo é mais que o enredo. Mas se o o amor está ao relento, não podemos ser ...

Becos escuros

Se à espera,já não mais sei
e não sei se meu amor por lá deixei.

Nada no mundo é bararo 
e o amor é raro...

Por lá deixei,
mas não cicatrizei.

Por becos passei e
por amor relevei...  

Em becos escuros não falei
mas pude ouvir 
a mulher que há em mim...

Milena Jane Maluf

quinta-feira, 15 de novembro de 2012

O amor é astral...

Estou cansada de mordaça
ou mesmo de intrigas mal resolvidas
e resolvi que desejo mais da vida.

Não é um ponto final.
É apenas um breve descanso
para quem já amou tanto.

Ou seria um plano astral
a indicar um plano tal?

                      Milena Jane Maluf

quarta-feira, 14 de novembro de 2012

Poesia ao coração!

Quero ficar ao vento....
Não ao relento.

Ficar na sua e
ouvir a poesia tua...

Sem águas,sem mágoas.
Sem relvas e  com tréguas.

Com poemas a cantar 
para a felicidade sobrar

Unir o amor e 
sentir um só sabor.

Curtir o infinito  para
para assim ser escrito.

                  Milena Jane Maluf

sábado, 10 de novembro de 2012

Poesia atenta...

Se escrevo lindas poesias,

é porque penso em ti.

Se sonho comigo,

ainda assim penso em nós.

Se até nas estrelas,o céu se

contenta,é porque a corda 

que arrebenta permanece 

atenta.
                             Milena Luf

Lana Del Rey - Born To Die

sexta-feira, 9 de novembro de 2012

Meu amor é rei...

Escrevo,sei para quem mas não digo a quem...

Reflito com alma e uso minhas armas...

Armas brancas,armas tantas...

Armas que cantam,armas que amam

Armas que flecham e não se fecham.

Escervo para satifazer meu ego,

que a esta altura já está um prego.

Posso usar até armas que já usei,

pois agora eu sei que meu amor 

é rei.
                                      Milena Jane Maluf




domingo, 4 de novembro de 2012

Escritos Especiais...

Já não sei se estou no caminho e duvido da verdade,

pois os rumos que sigo até hoje,não tenho certeza se 

são o certo.Mas qual seria o caminho certo?

Horizontes que chegam ao fim,riscos que corri para parar tão longe de mim.

E a razão? Com quem está a razão deste amor de vulcões e furacões?

Teria o mesmo valor de ontem ou contentaria-se com a calmaria de hoje?

Será que teria princípios ou cairia num precipício?

Qual seria a certeza?

Será que teríamos direito à razão

ou ficaríamos no meio de um tufão?

                                    Milena Jane Maluf//

sábado, 3 de novembro de 2012

Ser... estar...amar...

Já estive nas nuvens e em nuvens deixei 

emoção tomar conta razão.

Com gestos e espelhos que engrandeceram

todo um sentimento tomado por um amor revolto,

lindo e grandioso,temo não ser glamoroso,

pois em versos desdobrei a aventura de viver e em 

poesias o com gesto de ser,estar,amar...

                      Milena Jane Maluf

terça-feira, 30 de outubro de 2012

O amor...

Se eu sonho,é porque amo.
Se eu amo,é porque canto.
Se a vida foi magnífica e 
condizente com os fatos e
ainda assim temos de nos 
contentar com retratos,
é para nos darmos conta 
que o amor não é tão barato.

                   Milena Jane Maluf

sábado, 27 de outubro de 2012

Fatos e relatos

Além dos beijos que sonhei
e das palavras que lá deixei,
das razões que um dia foram 
importantes,ainda assim,o que 
ficou foi o amor e a simples e 
infinita razão de amar,mesmo 
a sonhar com os fatos e relatos
de um amor sem lados fracos.
           
         Milena Jane Maluf

quinta-feira, 25 de outubro de 2012

Minhas entrelinhas

Nas entrelinhas das estrelas,

certamente encontrarei meu

amor de esquerda e de direita,

encontrarei meu amor de certezas. 
                                            
                              Milena Jane Maluf

quarta-feira, 24 de outubro de 2012

Ah,se eu fosse uma garotinha

Gostaria de ser uma garotinha

para não precisar esconder-me 

das aflições que um dia,com todo 

amor,sussurrou nos ouvidos de

uma flor e com seu leve passo pousou,

abriu seu braços,sem ao menos 

importar-se com a realidade,

rumo à eternidade.
                                 Milena Jane Maluf

sábado, 20 de outubro de 2012

Tudo é breve mas nem tudo é neve...

Tudo é breve,mas nem tudo é neve.

Nada é enrolação.Tudo é opção.

Algumas são de lata e outras não são de nada.

Nem tudo é em vão, pois tudo é direção

e até o nevoeiro mantém segredo sobre 

o enredo...

Milena  Jane Maluf 

terça-feira, 16 de outubro de 2012

Jota Quest Carta de Amor

Rumos do amor

Hoje pergunto-me se as variáveis da vida
são condizentes com a paixão adquirida...

Será que vale apena perder a medida ou vale
mais a pena remoer-se em palavras e calar o coração?

Alguns rumos têm saudade e alguns sufocam a dignidade 
que encontramos não vaidade,mas sim no senso da realidade...

                                 Milena Jane Maluf

sexta-feira, 12 de outubro de 2012

Amores...

Se os versos fossem inverso ao universo,
será que nosso amor seria forte o suficiente
para enfrentar toda essa corrente?

Como seriam os rumores?

Será que ainda assim haveriam tremores?

Será que o certo sempre criará impacto

ou ficará sempre à mercê de um velho retrato?

Como seriam os pássaros a voar?

É,talvez parassem de sonhar...
                                          Milena Jane Maluf

quarta-feira, 10 de outubro de 2012

Variáveis do tempo

Não sei mais contar o tempo 
e jamais digo ou imagino como
será o amanhã de todas as manhãs...

Sei o que digo mas já 
não sei mais o que penso.

Acrescento que a vida tem algumas
variáveis e algumas são até  notáveis.

Tanto o amor,quanto na vida...
                                          
                     Milena Jane Maluf

segunda-feira, 8 de outubro de 2012

Ritos,razões e direções

Se ritos contínuos já não fazem tão bem à alma e ao coração,que tal mudar a direção?

E por que não mudar com o vento e a direção de um tufão?

Para que tanta liberdade se todos ficamos presos a uma só idade?

Será apenas por pura vaidade ou por quê tudo se nega e nada se entrega?

E por quê que o coração tem sempre de estar  preso à razão?

                                Milena Jane Maluf


domingo, 7 de outubro de 2012

Aumentar ou inventar?

Podemos tudo aumentar e nada mais se inventar,
como a luz do sol ou de um lindo paiol.

Por não migrar ou ao menos salvar
a esperança de um olhar que não se
cansa de amar...

De tudo o que vive-se ou imagina-se,
podemos alimentar com amor ou contar
com o toque ligeiro de um amor verdadeiro.
                 Milena Jane Maluf//

sexta-feira, 5 de outubro de 2012

Certezas...

Voe... 
Voe a cada chama,
A cada olhar.
A cada suspirar...

Chame a cada segundo
para ter a certeza de estar,
pensar e voar,longe...

Tenha lógica e com
esperteza,tenha certeza.

                   Milena Jane Maluf

Caminhos do amor!

Com os teus me curei 
e com os meus lá deixei...

Já não importa se chrorei,
mas bem sei que meu amor
contigo deixei...

Pelos caminhos deitei,
em perdas ladrilhei
e pelo caminhos,
meu amor deixei.
                            Milena Jane Maluf

quarta-feira, 3 de outubro de 2012

Como seriam as flores...


Tão perto de mim e tão longe de ti.

O que seria de mim se tão longe fosse ali?

Como seriam os lírios,se não fossem os delírios?

E o amor? Como seria ele se não existisse a flor?

Como seria o tom se não existisse o sabor?

Como seria a razão do amor se

 não existisse a constelação?

Como seria  a vida se tudo estivesse lá,

ao simples som do verbo amar?

                             Milena Jane Maluf

Pensamentos da madrugada...

Minha ideia não é amar a plateia

e sim construir.

Mesmo  que por entre muros e grades,

entendo que se for verdadeiro,

durará mesmo e que todo 

enredo fique por dentro e

jamais ficará ao relento.
                               
                            Milena Jane Maluf

segunda-feira, 1 de outubro de 2012

Sonhos...

Sonhei.

Sonhei com meu amor infinito...

Amor que não é restrito.

Nem fingido.

Não é cósmico nem celestial,

mas é um amor que conta com o 

plano astral,afim de tornar-se assim

um amor sem fim...
                        Milena Jane Maluf

quarta-feira, 26 de setembro de 2012

Poesia...

Se o amor quiser dançar,

escute uma música.

Se o sol brilhar,

ponha-se a desfrutar.

Mas se o amor bater 

à sua porta é melhor 

render-se à hora...
             
               Milena Luf


domingo, 23 de setembro de 2012

Frasezinha de amor...

Se o amor é como uma flor 
que brota no jardim,
o que será de mim ao 
fim deste folhetim?
                                                             Milena Jane Maluf

quarta-feira, 19 de setembro de 2012

Simplesmente Amor

Amar o amor é como viajar no condor...

Amar as estrelas é como ver um cometa...

Amar a lua é como estar na sua...

Amar demais,só se o amor correr atras...
                            
                            Milena Jane Maluf

quinta-feira, 13 de setembro de 2012

Diagrama: Milena Jane Maluf

Mais um ano começou e
Ilusões que tenho
Lamento não poder realizá-las
E quando penso no dia que 
Nunca realizará meus sonhos.
A minha mente quase enlouquece!

Já que não posso realizar meus sonhos,
A minha mente sonha o impossível,
Não sabendo que poderá machucar-se e
Lamentar por toda vida...

Mas o importante 
Ainda existe.
Lá,em algum lugar,
Unicamente meu e 
Fiel aos meus sentimentos.
                               
                               Milena Jane Maluf

sábado, 8 de setembro de 2012

Amor...

Já nem sei de mais nada.
Sinto apenas que estou numa encruzilhada
e que as ruas por onde passo,
dou mais um laço em 
busca do teu abraço...

Já  entendi,já supliquei,
mas não me revoltei 
porque sei que um dia voltarei...

Fico a deriva,leio livros,
releio alguns capítulos,
empresto meus discos
e sinto que é infinito...
             
Milena Jane Maluf

quarta-feira, 5 de setembro de 2012

A luz do luar

És minha vitrola sem hora ,

Minha luz sem demora,

a vida minha de outrora

pois encontro-te na aurora.


Nosso caso não começou ontem

e nem terminará hoje.


Mas será que continuará 

os versos ao luar ou será 

que continuarão a esperar

o sol raiar?

                           Milena Jane Maluf

sábado, 1 de setembro de 2012

Nuance de amor

Meu lírio
Meu delírio
És minha alma
És meu carma...
Meu nuance,
Meu romance
Meu condor 
És meu amor...
             Milena Jane Maluf

Anedotas inteligentes

Querer a quem se ama do lado 

combina com todo o traço

que não combina com o laço

de todo o abraço...
                               Milena Jane Maluf

Eu e mamis


Apenas uma breve poesia...

Por quê delongas se 
te curto tanto?
Por quê demoras se
 quero-te aqui?
Para  que sonhar 
se quero apenas amar?
                                                                            Milena Jane Maluf

sexta-feira, 31 de agosto de 2012

Pensamentos sinceros...

Tudo é crença ou ilusão
e nem tudo é paciência ou ficção.
Sendo ou não fruto da imaginação,
sinto que nem tudo tem migração,
pois, ou vivermos presos ou em 
constante mutação ou perdemos 
totalmente a razão.
                         Milena Jane Maluf

Pensamento básico

Se a poesia sai,
o amor não cai...
            Milena Jane Maluf

domingo, 26 de agosto de 2012

Notinhas...

                                                     Não sou mais do que realizo 
                                                    por não ser mais do que sou...
                                                   Sei que sou e por isso estou
                                                            feliz e a sorrir...
                    Milena Jane Maluf

Poesias...

Mergulhei em teu olhar
e nem sei onde fui parar.

Guiei-me com passos não tão largos
e não fugi do meu espaço.

Conquistei o fato e 
deste-me o laço.

Subi nas grades,
escalei montanhas 
e lá fiquei com toda a idade.

Vesti a fantasia e revivi toda nostalgia
de um de um dia ter de volta toda minha
alegria.


                                  Milena Jane Maluf

terça-feira, 21 de agosto de 2012

Momentos e emoções...

Nosso amor é como o certo do incerto,
livre como a alma e preso ao coração.

É a peculiaridade dos fatos e da idade,
com a mais tenra facilidade.

Em um só coração,somos rebeldes e notamos que,
nosso amor, não é um amor de teses.

Com críticas e insinuações
de momentos e emoções...
                               Milena Jane Maluf

sábado, 18 de agosto de 2012

pensamento...

Já está na hora de acordar do sonho e ver que nada foi 

ilusão e que o tempo não foi uma porta de saída.

Foi apenas um magnetismo contrário do coração X razão.
                                                                
                                                         Milena Jane Maluf

quarta-feira, 15 de agosto de 2012

O tempo e o amor

Já não há mais vícios e muito menos compromissos.

Também não há mais paz,mas também não há mais batalhas.

Há apenas o amor que restou e que mantém-se como difusor.

                                     Milena Jane Maluf

terça-feira, 14 de agosto de 2012

Ontem,hoje e sempre...


Lindas histórias conto hoje,

pois fábulas reais vivi ontem

e com amor penso no amanhã...
                                                                                                                                                                                 
                 Milena Jane Maluf 

        

terça-feira, 7 de agosto de 2012

Poesia da Alma

Vi meu amor na rua crua.
Encantei-me com o amor sem lábias e
com o sentimento e com do mais puro amor,
lavei a alma...

Sei que o coração 
tomou conta da emoção
que já veio na contra-mão...

Então o amor não é uma simples
palavra que envolve as razões e
emoções do coração e sim o retrato 
de um grande momento!
                                     Milena Jane Maluf

domingo, 5 de agosto de 2012

Mais uma rima poética

Sou poesia da mais 

bela primasia 

com ondas e rimas ,

com sons e esgrimas,

com laços e braços,

com músicas e luzes...

com o céu e a lua

a presenciar a vida tua...

Sou a poesia da crítica ao tempo,

que não está ao relento e que indica 

a canção de toda a razão.

                                            Milena Jane Maluf

sábado, 28 de julho de 2012

Contemplar & Amar...

Amar é o simples ventar de
uma noite com luar e 
com estrelas a guiar
o dia a clarear...


Amar é fogo.
Amar é um jogo.
Amar é a magia da
mais pura alegria.


Amar é ter a certeza 
de contemplar a lua 
a imaginar o mais infinito olhar.

                 Milena Jane Maluf//

quarta-feira, 25 de julho de 2012

Grandes poesias de amor...

Todas as noites,ao dormir penso em ti e no universo a esperar...
Sonho com o céu a estrelar e a noite se acalmar...
Viro e me reviro-me de um lado para o outro a imaginar a força do teu olhar
e assim,sinto minha vida passar e as noites a estrelar...
No céu, o condor de nosso amor,alimenta toda esfera de um apego sem feras,
a voltar numa noite de luar...
                                                                                                   Milena Jane Maluf
                                           

terça-feira, 24 de julho de 2012

O verdadeiro amor ...

Se tenho inspiração a esta altura dos fatos,eu não sei.
Já não tenho mais certeza pois os farrapos 
ainda machucam-me a alma , porém lembranças
acalmam-me o coração.
Lembranças que contêm razão,outras não...
Amores vêm,amores que vão..
com leis do amor que ama
e que jamais se engana....
                                                                               Milena Jane Maluf

sábado, 21 de julho de 2012

Minha mãe e eu!


Eu & Mamis
amor eterno

Amor e sutileza...

No canto sublime do amor é por onde me chamas...
Na sutileza da paixão é por onde consegues que eu cante também...
Nas belas palavras que disseste,demonstro-me em carinhos.
No canto de minha alma,rendo-me ao simples anseio de encontrar-te...
                                               
                                                                                              Milena Jane Maluf

Quero te encontrar...

Ah,seu eu pudesse um dia ,
traria-te para minha vida,
afim de participar-te de
minha sina e encontrar-te
na esquina para participares 
de minha sina...
                                  Milena Jane Maluf

Caminhar...

A suavidade das horas faz com que o tempo arraste-se
 e faz com que cada minuto passe mais devagar...
                                  Milena Jane Maluf

sexta-feira, 20 de julho de 2012

Poema ao amor

Fatos,boatos,meiguices,contatos... 
Num beco sem antefatos mas com 
merecidos abraços que com muito tato,
formou-se um laço.

Coragem pela linhagem do amor,
pela linha da paixão 
quando chego a conclusão deste 
amor sem razão.

Baila o sentimento
mas não a razão,e 
com tudo isto vivamos
vivamos de paixão...
                                Milena Jane Maluf

O amor e a simetria

Perfeita sintonia era
nossa simetria.
Quem diria que 
chegaria um dia que toda
nossa sina , porventura
lembraria o dia de nossa alegria!?
                                    Milena Jane Maluf

terça-feira, 17 de julho de 2012

Amor e poesia: Pensar e amar...

Amor e poesia: Pensar e amar...: Pensar e amar para o que restar? Noites e noites  a viver a aventura  de refletir e sonhar de ver e viver, de refletir e dormir...  ...

Pensar e amar...

Pensar e amar
para o que restar?
Noites e noites 
a viver a aventura 
de refletir e sonhar
de ver e viver,
de refletir e dormir...
             
                             Milena Jane Maluf

Amor e poesia: Sentimentos inconstantes...

Amor e poesia: Sentimentos inconstantes...: Se pelos olhos é possível enxergar a alma, quem garante que um coração já não ousa de artifícios ou sombras que revelam os segredos...

Sentimentos inconstantes...

Se pelos olhos é possível enxergar a alma,

quem garante que um coração já não usa de

artifícios ou sombras que revelam os segredos

e as artimanhas do sentimento mais profundo 

e intrigante,mais sincero e  falante,

lindo e inconstante?
                                                                          Milena Luf

segunda-feira, 16 de julho de 2012

Fatos,lendas e legendas

Se eu não perdesse tanto tempo,
mesmo se tivesse armas brancas 
e o sol ofuscasse a lua ou as estrelas
e as noites fossem claras e a escuridão
tornasse o amor mais vigente,
será que a lua seria transparente?

Será que o destino não seria tão temido
se horizonte ficasse ou calasse...

Será que terá ondas ou apenas 
lendas e legendas?

Fatos que corroem e
outros que constroem
os sonhos,a vida,o amor...
                                   Milena Jane Maluf//

sábado, 14 de julho de 2012

A felicidade

Encontrei-te numa  garagem!
Por que será que não foi numa viajem ou
Numa estrada engarrafada
com roseiras amontoadas?

Por não querer mais lágrimas,
sinto que fui autuada para não mais
viver de sombras ou quaisquer lembranças
boas ou más,de trancos e barrancos,
de ganhos ou danos.


Com ledos enganos,
doei- me me tanto
que o pranto foi demais
por situações banais 
ou de amores fatais.
                                         

Amor e poesia: Reflexões...

Amor e poesia: Reflexões...: Fatos tribais ou meramente banais, ou que jamais fizeram parte do  contexto de todo o ser, ou podem encaixar-se em distintas direções que...

Amor e sentimento...

Ser ou não ser?
Ir ou não ficar?
Morrer ou esquecer?
Sentir ou amar?

Ficar por um
vasto tempo
ao relento...
Colar ou secar
apenas para intimidar?

Sentir calor.
Sentir frio
como num lugar sombrio...

Ter o céu,
ter as ondas e o mar.... 


Ter a mais breve certeza
da clareza das estrelas
e da claridade do tempo 
que o amor ficou ao relento..


Com noites claras 
ou dias escuros,
o amor sobreviveu a tudo.


Sobrevivera a chuvas,
tempestades ,temporais...


Mesmo só,o amor não feriu-se
e nem partiu-se.


O amor inflamou e 
dedicou todo seu tempo
ao mais rico sentimento...
                                            Milena Jane Maluf

quinta-feira, 12 de julho de 2012

quarta-feira, 11 de julho de 2012

IMPRESSÕES & DIGITAIS: Impressão de tempo

IMPRESSÕES & DIGITAIS: Impressão de tempo: E a vida passa. Rapidamente e cada vez mais. Mas com a boa poesia passa mais docemente. Boas impressões sempre Passa. Tudo neste c...

Reflexões...

Fatos tribais ou meramente banais, ou que jamais fizeram parte do 
contexto de todo o ser, ou podem encaixar-se em distintas direções
que podem agregar-se em réguas e palavras e que a todo momento 
insistem em aludir o coração e os sentimentos.


                                                                                            Milena Jane Maluf

domingo, 8 de julho de 2012

Poemas do coração

Hoje eu queria que tudo terminasse bem
ou mesmo tudo o que me convém.
Dar algums passos,mistificar meus lados,
trazer a vontade de esquecer...


Imaginar,criar,amar,rumar...
Mas sem fantasiar,a sentir, apenas a caminhar...


Redescobrir,sonhar acordado,
ter em mente o que é certo e
o que é errado para distrair
o cansaço e sonhar com seu abraço.
                                                           Milena Jane Maluf

my blogs

Follow by Email

Postagens populares

Postagens populares