Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2013

Amores noturnos...

Qualquer coisa no mundo que possa parecer absurdo,

seria como andar de bicicleta numa viela escura e com 
um chão que tortura.
Não é um fato surdo,mas vive de murmurros que a qualquer
momento,do dia ou da noite,servem ou fervem

mesmo que o coração amoleça e as ideias estremeçam.

Mesmo que amanheça o dia,mesmo que entardeça,

mesmo que anoiteça é certo que o amor permança.

                                        Milena Luf

Saudades ou canções?

Não sei se existo ou mistifico 

o maior e mais grandioso,

do mais glorioso estado 

real ou seria banal?

Gostaria eu de saber sobre toda  

a hora ou glória de razões já 

amassadas...

Ou estariam apenas guardadas

e já anotadas?

Estaria o amor atordoado ou 

camuflado por falsas ilusões?

Já nem sei mais o que se passa em nossos 

corações... E em meu coração?

Será ele capaz de compôr uma canção?

Ou ficarei sempre a mercê  e a escrever poemas?

Saudade,tristeza...

Sentimentos que não cabem no meu coração!

                                                 Milena Luf






Corações velozes

Amor seleto,de um coração que só anda reto.

A todos intriga,mas não é de briga.

Geralmente,quer mais e mais e muito mais.

Até quando,até qualquer dia?Até qualquer hora?

Será que meu amor tem limite de tempo ou 

escondeu-se no celeiro?

Será do vento ou será marinheiro?

Terá voz ou será veloz?

                      Milena Luf

Horas & reis

Não sei se está perdida em horas minhas,
mas sei que estou pronta para viver em 
caminhos apenas pra ficar contigo,
nem se for num dia de domingo.

Sem importar-me com a luz...
Importo-me apenas a chama que me seduz!
Diferente,conveniente,envolvente...


Porém,um fato me contém...
Um amor que não tem lei mas
tem toda a majestade de um rei.

                                     Milena Luf

Pensamento liberado...

Libero meus pensamentos a sonhar
e com amor a registrar a poesia,
que não é fantasia mas tem simetria...

Libero meus sonhos a pensar
e a imaginar que a alma está por 
amar,amar e amar...

Não é um esquema e nem chega a 
ser um dilema.Criancices ou tolices.
Seria sorte ou tolice?
Seria um dilema ou meiguice?

                            Milena Luf

Vida e as certezas...

És minha certeza indicreta neste mundo que só conserta...
                                                            Milena Luf

Escritas da alma...

Não escrevo livros,não escervo cartas,
nem contos e nem poesias exatas.

Escrevo sim à alma e aos anjos que
dedicam-se a contentar-me com o 
instante mais próximo do céu a elevar 
os versos de amor mais sensíveis e 
sombrios. Os mais verdadeiros e
sinceros com as mais lindas palavras,
da conduta da mais bela aventura...

O mais gigante e mais belo...
O mais temido,o mais senssível
de todo enrosco,o menos tosco...

Em toda escolha, certeza da tão
sonhada felicidade e que nos faz
sentir saudade.
Milena Luf

As estradas da vida...

A estrada pode parecer longa. E é longa...Tão longa que podemos até nos perder e até nos esquecer do dia de amanhã.
Não é por filosofia,mas é pela vida que confia
em outro dia.Outra hora. Outra vida.

                   Milena Luf