A felicidade

Encontrei-te numa  garagem!
Por que será que não foi numa viajem ou
Numa estrada engarrafada
com roseiras amontoadas?

Por não querer mais lágrimas,
sinto que fui autuada para não mais
viver de sombras ou quaisquer lembranças
boas ou más,de trancos e barrancos,
de ganhos ou danos.


Com ledos enganos,
doei- me me tanto
que o pranto foi demais
por situações banais 
ou de amores fatais.
                                         

Postagens mais visitadas deste blog

Mesmo se eu acordar...

Trechos...