quinta-feira, 26 de novembro de 2015

domingo, 22 de novembro de 2015

sábado, 17 de outubro de 2015

Nos braços da paz

Com cornetas e cometas,

escolhi meu atos e defini destino,

 e mesmo com arames ou enxames,

decreto meu amor como secreto,

pois se escolho o colo da paz é para manter

vivo todo o amor que sempre existiu e

E jamais fingiu.

                                      Milena Luf

sexta-feira, 11 de setembro de 2015

quarta-feira, 19 de agosto de 2015

Algo que sempre...

Não quero que tudo se dane,

nem desejo farpas ou arames,

mas desejo sim algo que sempre

busquei em mim.

                    Milena Luf

segunda-feira, 17 de agosto de 2015

De duas a uma...

De duas a uma:

se eu ficar na sua,

quero a chance de

ter mais uma 

e em qualquer rua,

já não sei mais se

estarei na sua.

                     Milena Luf

domingo, 9 de agosto de 2015

Minha paz tem sonhos...

Minha paz tem sonhos...

Sonhos lindos,místicos e 

até infinitos e definitavamente

sonho com nosso amor que até então,

 clamou por nossa paixão...

                         Milena Luf

terça-feira, 28 de julho de 2015

Palavras sinceras

Conforte-me com teu olhar.
Aqueça-me com tua paciência
Envolva-me em tua alma
E não devolva-me a paz...

Quero teus beijos,
tuas mãos,
teus carinhos,
teus laços... 
teus abraços...

Ame-me com todo
seu coração porque 
a vida clama por amor...
por emoção...

                          Milena Luf


segunda-feira, 29 de junho de 2015

Amor de verdade...

Amor,para quê te quero?
                     
                        Amor do mais sincero!

De verdade,arde!
                       De mentira,brinca.

De verdade,tem veracidade.
                      
                         De mentira, cura até feridas

De verdade,todo amor deixa saudades.



                                      Milena Luf

terça-feira, 23 de junho de 2015

Sonhos constantes

Meu caminho está livre.

Livre até de sonhos...

Sonhos que saltam e 

até viajam...

Sonhos constantes,

com sentimentos berrantes.

De ohares foscos e de amores toscos.

Sonhos livres ,

pensamentos loucos,

de planos medonhos...

Asas? Para quê se o importante é você?



                                   Milena Luf


domingo, 7 de junho de 2015

Por ti...

Desde o inicio,

sei,

saberei 

dos riscos,

dos precipícios

que 

enfrentei e 

enfrentarei

por ti,

por nós

ou não sei...

Li,reli,


me perdi,

sorri

amei-te...

terça-feira, 2 de junho de 2015

Mundos e fundos

Meus camimhos,meus caminhões...
Ingressos e regressos
de cantos e santos
de mundos e fundos...

Minha voz aguçada
de maneira atrapalhada,
com feras ou esferas,
de momentos críveis e invisíveis...

Sonhos loucos de um amor 
que chegam a ser medonho
mas que acima de toda a 
razão está a paixão.

                                 Milena Luf



sábado, 25 de abril de 2015

É muito fácil sentir-se...

É muito fácil sentir-se apaixonado.

É muito fácil render-se aos desejos ou até 

mesmo calar-se.

Também é muito fácil 

sentir frio ou calor e o difícil é amar...

                                Milena Luf

quinta-feira, 23 de abril de 2015

O destino e o amor

Destino

Reto

metro


doce

sincero

amarmelo

abraço

laço

apertado

gigante

brilhante

riso

paraíso

sincero

louvor 

amor


                                   Milena Luf

domingo, 12 de abril de 2015

Minha vida é assim... II

Devorei meu livros 
e até encontrei caminhos alternativos.
Fui ao mar,tive medo mas não fiquei no vento.

Acordei e não tive escolha.Levantei. Pluguei.

Encontrei-me no deserto,vi que em meu caminho
tinha areia e já não conseguia seguir reto.

Com tudo e com todos,segui a procura de novos valores e caminhos(e até amores)E para o que servem os valores? Para entender melhor a vida ou para amar?

Será que tudo o que aprendemos durante a vida 
é capaz de superar as frustrações mais neuróticas de toda uma existência?

A esta altura de minha vida,já não penso mais em confusões ou desilusões.


Até pensei que soubesse de tudo e hoje percebo que não sei de mais nada.

Esta foi minha estaca zero e eu acho que é a de todos.Mas mantive-me calma e segui com minha vida.

Hoje digo que já não tenho mais as cicatrizes que haviam em meu coração,pois estas foram levadas 
com o tempo.

Hoje,já mulher,percebo que tudo o que aconteceu 
não faz mais sentido.Tudo parece"roupas velhas" no armário.Roupas que gostava muito,que até hoje cabem,mas que não tem mais o menor sentido em usá-las, pois caíram da moda ou não se ajustam tão bem quanto na época que foram compradas. Deu para entender?

Quero dizer que vontades e sentimentos mudam
mesmo que não se acabem.

Isto é a crueldade do tempo...

Mas e o amor?Para onde foi?Onde ele está?
Será que chegará?
Seria poesia ou seria amor?Para quê tanto conflito se todas as formas de amar tem 
seu preço e risco?
                              Milena Luf



                                                       

Quero ficar só Pensamento I



" São nas grandes voltas da vida que percebemos  que o tesouro que pensamos ter encontrado está mais distante do que nosso próprio mundo."
               

                                         Milena Luf

quarta-feira, 25 de março de 2015

Não é sonho...

Não é sonho,
tão menos medonho.
Não é risco mas pode ser arisco.
Não é tão certo,mas é belo.
Tudo está em minha mente,
por isto fico contente.

                                    Milena Luf


quinta-feira, 19 de março de 2015

Amor constante

Meu amor é fascinante

e tem o brilho constante

que reina a todo o instante....

                   Milena Luf

terça-feira, 10 de março de 2015

Notinha da madruga

Confesso aqui que o amor me pegou.

Pegou de jeito e não do avesso.

Mas calou,embora a vida já tenha 

sido vivida com almas e garrafas e

até com leros e privilégios de sentimentos 

insanos,mas que não chegaram a ser profanos.

               Milena Luf

segunda-feira, 9 de março de 2015

Alma que me chama...

Conquistei corações e 

com eles arrastei emoções

que até parecem ser de

corpo,mas são de alma.... 

Alma que cala.

Alma que chama.

Alma que brilha...

Alma que ama...


                                  Milena Luf

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

Fosse como fosse...

Talvez se o amor ficasse quieto,

num cantinho em um mundo paralelo.

Fosse como fosse,salgado ou doce,

tudo seria como se fosse...

                                      Milena Luf

segunda-feira, 16 de fevereiro de 2015

Lado a lado com meu coração







Sim,convivo com o amor 

e lado a lado com meu coração!


                         Milena Luf

domingo, 15 de fevereiro de 2015

Reuni meus sonhos...

Reuni meus sonhos

apenas para discutir o amor.

Juntei alguns cacos e 

o porque eu nem sei...

Sonhos e delírios que um dia

sonhei e que jamais imaginei...

                    Milena Luf

terça-feira, 10 de fevereiro de 2015

Sejamos felizes

Talvez minha alma esteja 
contente com fatos recentes.

Dúvidas? Não sei se há,
mas de houver,deixe para lá...

O importante é ser feliz 
pois esta é a única maneira 
do amor não ficar por um triz...

                                  Milena Luf

sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

Já não observo o amor...

Não desejo ricos e risos
e já não observo este mundo 
tão concreto e que nos faz tão cegos e
já não observo o amor com tanto ardor.
Observo agora tudo o que foi-me dado
outrora apenas a perceber que meu encanto 
é por você.

                                 Milena Luf

quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

Ninguém é de ninguém

Ninguém é de ninguém

mas o meu amor é de alguém.

                           Milena Luf

sábado, 17 de janeiro de 2015

Minha suma alegria...

Minha suma rebeldia é minha garantia de paz amor,união e alegria.

Minha breve nostalgia leva-me a lugares aonde jamais teria garantia.

Minha confiança traz-me toda a liderança.

Minha sina,por quê não cicatrizaste minha vida?

Minha vida,por quê este sentimento ainda hoje me fascina?

                          Milena Luf

sexta-feira, 16 de janeiro de 2015

Apenas um delírio...

Notei que alguns cuidados

não são tão 

necessários assim,

nem comentários,nem babados

pois tão certa é a ideia 

de tudo o que desconcerta.

Medos?

Não,não é o caso e nada é comparado.

Riscos? Estes ficam no precipício

a arriscar-se   

apenas com um delírio.


                     Milena Luf

my blogs

Follow by Email

Postagens populares

Postagens populares