Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2014

Certezas e clarezas

Perto do fogo estou e 
sobre as reticências e 
incertezas do amor que
um dia simplesmente
calou.
Agora longe de tudo
percebo que ainda 
não cheguei ao absurdo
e minha vida continua a 
procurar as respostas que
algum dia,hei de achar.
Pode parecer vício,birra,
intriga,novos rumos a trilhar
e para que esperar se a luz do 
dia que já se pôs a raiar...


                                 Milena Luf

Cansei...

Cansei desta vida vazia
que tanto me arrepia.
Cansei de acordar e apenas caminhar.
Cansei...
Cansei dos sonhos medonhos
para me encostar.
Cansei!

Cansei das peças que só revelam...

Só não cansei do céu a revelar uma 
sombra para amar e dos versos a sonhar...

                   Milena Luf

Uma simples paráfrase...

Mentalizei meu amor e 
parafraseei meu sonhos.

Sonhos que invadem e 
consertam-se em ruas que valem...

Riscos grafitados em sinais
que até podem parecer demais.

Hora dormindo,
hora descansando. 
Hora adorando.

Sentimentos mundanos,
sem alarmes profanos,
onde não há sequer um só plano,
embora tenha um"q"de certeza
pois as cartas já estão todas na mesa.

                                           Milena Luf

Poesia ao amor

Não é por malícia 
e nem por maldade do tempo.

Pode até ter uma certa malícia,
pode parecer um abismo.
Pode pertencer ao tempo.
Pode ser que o amor fique atento.

Se me perder,não vou querer
mais saber de sofrer.

Lições,trovões,perdições...

Qual o sentido do amor?
Teria uma cartilha para amar
ou todo o sentimento ficaria no ar?

                      Milena Luf

"Ao nosso coração"

Não é por medo,nem segredo
mas talvez seja por enredo.
Pode ser por amor ou vigor.
Sabe-se lá...
E o quê mais poderia ser?
O deleite do vento?
Ficaria de escanteio?
Poesia de momento?
Com um pouco mais de atenção,
aplaudamos a vida,o vento e ao 
nosso coração!
Milena Luf

Amores,versos e rimas.

Meu amor de versos 
que de tão paralelos,
não são tão concretos.

Meu amor pode ter até 
de rimas como o coração 
de uma menina.

Meu laço pode ser dado.
ou posso pensar nos atalhos
que de tanto rimar,
podem ser versos de amar...

Milena Luf

Amor ao luar...

Amor de minha alma
Razão de minha vida 
Meu amor que nega e
que de tanto negar confessa...

Confessa ali e ama aqui...

Amor da realidade dos sonhos
e de tanto amar,entrega-se ao luar...

De tanto luar,entrega-se a amar...

                        Milena Luf

Poema ao meu amado

Sorrir,refletir...
 Amar apesar...
Tudo é mudo no mundo
e ainda assim é fundo,
vasto,gelado mesmo 
com todo amor,meu amado!


Mesas,etiquetas,gentilezas!
Por quê este sentimento ainda
hoje me condena?

Pode ser que amanhã eu tenha 
o brilho das estrelas...

Será que se eu me entregar 
chegarei a algum lugar?

Será que o meu coração trará-me paz
ou meu sentimento voltará e
trará consigo amor e sossego?
Devolveria  ao meu coração
o ritmo intrínseco ou ficaria 
alerta ao infinito?


Milena Luf

Amor...

Será que meu amor virou peça de museu?

Quem sabe ainda possa ser meu?

Teria derretido ou estaria em passos sem trilhos?

Amor! Será que estaria banida?Seria eu a 

bandida?E onde estaria a saída?

Em botões ou em novos corações?

Milena Luf