Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2013

Ideias à paisana...

No silêncio de toda crueldade do tempo 
é onde nasce a saudade.

Saudade que  às veses queima.
Às não teima.

Tempo de beiras e cercas
a contar as horas e minutos 
que estivemos juntos.

Ideias,como muito se espera,
ficam à paisana,
como muito se esmera.

                                            Milena Luf

Sonhos e riscos...

Qual é o sentido?

Será que ainda existe risco?

Ou sonharemos e ficaremos a 

viver de sombras e petiscos?

Teria validade ou existirá apenas saudades?

Teria razões ou seriam apenas tribulações?

                                 Milena Luf

Dia cinzento

Meu amor vem de longe

e com toda a calma da noite,

permanece deitado e eu 

apenas a alisar o seu retrato

pois com unhas e dentes

conquistei o tempo que mesmo 

lento,mostou-se herói num

dia cinzento.

                                  Milena Luf

Amores além...

Meu amor vai além da noite,da lua ou de qualquer estrela  que lembre a imagem tua.
Não é por acaso ou lembrança ou talvez pela livre semelhança de se ver ou crer.
Pelo dia ou pela noite, esta noite, livres talvez até o amanhecer...
                                Milena Luf

Poesia da gente...

Nada pessoal.

Poesias,a lua,as estrelas...

Nada convence,porém 

tudo perternce à vida que 

tomou um rumo diferente

do destino reservado para gente.

             Milena Luf

Os caprichos do amor...

Sem ideias e nada para escrever,
julgo multante o amor à alma e 
aos versos que hoje deverei...

Não é capricho e nem falta de amor.
É apenas uma noite que não desfrutarei 
de todo amor...

                           Milena Luf

Protesto ao coração!

Será que a paz encontra-se no amor
ou será que o amor encontra-se na paz?

Estaria a paz no solo sem fronteiras 
ou no céu que insiste em ficar sem
eira nem beira?

Ficaria em frente o mar ou
ou estaria ao lado das veredas?

E por quê tanta desavença 
se tudo está escrito nas estrelas?

                             Milena Luf



George Michael - Tonight lyrics

Noites a fio...

Será que devo pernoitar ou 
passar a noite a sonhar?

Será que tomo um bom vinho ou corro este risco?
Mantenho a ordem ou crio a desordem?

Imagino a dor a recriar o amor?

Ou devo seguir a imaginação
e compôr uma canção?

Será que sigo ideia que ainda martela?
Ou sigo o coração?Mas será que este está 
com a razão?
                        Milena Luf


Amor a voar...

Será que estaria eu fora do ar 

ou o amor estaria a voar?

Sentiria eu frio ou um breve vazio?

Ou envocaria todo o amor apenas

para sentir calor?

Será que os passos dados foram muito 

largos ou foram apenas curtos espaços 

para  dias extenssos e mais seguros?

Teria sentido se o amor fosse bandido?

Teria eu a vontade de parar de sonhar com 

as estrelas?

Ou nosso amor seria como um lindo dia de sol

que brilha com toda a força e brilho,

como se nosso amor estivesse confundido?

                                                    Milena Luf


Desligada do mundo...

Estou desligada do mundo...

Não quero taças ou pirraças do fundo.

Sonhos esfregam,liberam...

Mero acaso...

Onde libertam as feras do mundo?

Seria liberdade ou a danada da saudade?

Estaria comigo ou em teu breve sorriso?

                                               Milena Luf




Algazarras e pensamentos...

Com amor ou violetas pode-se trazer a paz.E com todo o brilho do universo,o sucesso  é certo.                          Milena Luf

Fora do ar...

Estive por algum tempo fora do are agora estou disposta a me amar...
                                     Milena Luf

Breves pensamentos...

Breves pensamentos que às vezes sonham

sem ao menos deslizar no encanto de meus 
passos,podem até alegrar-me mais.
Porém jamais deixarei que o meu amor 
embarque ou saia por uma válvula 

de escape...
                          Milena Luf

Sonhos e manias

Meus pensamentos mais raros

perdem-se ao marasmo da noite

que mesmo fria e gelada, mantém 

sonhos e manias aquecidos em meu 

coração que gela com saudade e

agradece todas as noites  pelos 

desejos e momentos até que passe todo 

o tormento de ficar ao relento.

                                         Milena Luf

Rumos do coração

Imagem
Não sei perdi,se chorei,se me redimi 

dos atos falhos,se protesto

ou se julgo nossos atalhos.

Já perdi-me no tempo,

em horas e até em ventos.

Pode estar em galhos ou nos prórios atalhos.

Pode convencer-me como pode não ser.

Gritos a parte,já nem curto mais a solidão

que me abate pois é incrível a 

direção e os rumos


do coração.

             Milena Luf




U2 Night and Day

Noite e dia

Noite e dia,mesmo na cama fria,

surpreendo-me a pensar que mesmo

ao seu lado não estar,permanecerei 

a amar,com todo o sorriso que um dia

fez-se amar...
                             Milena Luf

Com ou sem reticências...

Sinto teu olhar e mesmo que a poeira 

baixar,jamais deixarei te amar...

Mesmo no inverno a vestir outro terno,

o amor é eterno,com ou sem reticências.

                              Milena Luf



A nossa arte...

Não há mais vícios no precipício.
Nem em montanhas e quase tudo 
é símbolo para os ares que ficaram
à parte.

Não é nem é um tipo de arte,
pois não é de meu desejo que se retrate.

Mas desejo com todo meu coração,
que não que se retrate,mas quero de volta 
toda nossa arte.

                           Milena Luf

Por toda a realidade...

Por toda a realidade,

não sei mais de banalidades

ou das saudades e sei apenas que 

não foi por engano,tão menos

 pelas tréplicas ao destino 

onde os amores escondem-se 

de grandes sentimentos a viver 

e fazem de seus próprios caminhos 

seus grandes momentos.

                             Milena Luf