À espera do infinito...

Algo liberta-se em seu olhar...
Algo de insano,profano,
desconfortante,arrogante..


Olhar de beijos e becos.
De torturas e lamentos...



De desconfianças e alianças...
De destinos perdidos 
à espera do infinito...

                           
Amor de praxes e saudades...

De risos infinitos...


                                     Milena Luf

Postagens mais visitadas deste blog

Mesmo se eu acordar...

Já não sei mais..