sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

Entrego minhas mãos ao vento...


Não sei por onde e nem o porque..

Também não entendo o lado vazio do amanhecer

e nem sei por onde me conter-me em palavras

amargas...

Não sou propriamente do tipo que enfeita os

sentimentos ,mas se não tiver outro jeito, entrego

minhas mãos ao vento.

                    Milena Jane Maluf