Riscos e petiscos

Poemas não são fortes nem olofótes

nem riscos e muito menos compromissos.

Nem terras,nem gerras.

Tão mais é um poema que queima

não fica sem eira,

mas fica a beira de uma 

estrada sem escalas...
                                             Milena Luf

Postagens mais visitadas deste blog

Mesmo se eu acordar...

Já não sei mais..