quinta-feira, 28 de março de 2013

Amores concretos...

Não sei mais nem se tenho dedos ou até nem 
sei devo continuar a contar o tempo.

O tempo certo e concreto. 
Amor de telhas e bandeiras.

Ou seria este amor de espelhos e escadas a subir por escalas?
Teria este sentimento o valor do verdadeiro amor ou seria um suspiro em tempos infinitos?

Teria alma ou teria calma?
Inteligência ou paciência?

                                          Milena Luf

my blogs

Follow by Email

Postagens populares

Postagens populares