Motes e barrancos

Leve e sem barreiras,
apenas com eiras...

Barrancos e barreiras,
onde estão os motes
que tocam a vida sem 
ao menos uma saída?

Questão de temperamento ou
ou devemos seguir sem regras 
regulamentos?

Como buscar a felicidade
se não nos restou nem a saudade?
Como não nos apegar-nos na idade se 
ela nos trouxe tanta ambiguidade?

Devo almejar o céu ou ficar num 
rabisco de papel?

Seria mais fácil ou isso arrancaría-me 
um pedaço?
                            Milena Luf


Postagens mais visitadas deste blog

Mesmo se eu acordar...

Já não sei mais..