Minha vida é assim... II

Devorei meu livros 
e até encontrei caminhos alternativos.
Fui ao mar,tive medo mas não fiquei no vento.

Acordei e não tive escolha.Levantei. Pluguei.

Encontrei-me no deserto,vi que em meu caminho
tinha areia e já não conseguia seguir reto.

Com tudo e com todos,segui a procura de novos valores e caminhos(e até amores)E para o que servem os valores? Para entender melhor a vida ou para amar?

Será que tudo o que aprendemos durante a vida 
é capaz de superar as frustrações mais neuróticas de toda uma existência?

A esta altura de minha vida,já não penso mais em confusões ou desilusões.


Até pensei que soubesse de tudo e hoje percebo que não sei de mais nada.

Esta foi minha estaca zero e eu acho que é a de todos.Mas mantive-me calma e segui com minha vida.

Hoje digo que já não tenho mais as cicatrizes que haviam em meu coração,pois estas foram levadas 
com o tempo.

Hoje,já mulher,percebo que tudo o que aconteceu 
não faz mais sentido.Tudo parece"roupas velhas" no armário.Roupas que gostava muito,que até hoje cabem,mas que não tem mais o menor sentido em usá-las, pois caíram da moda ou não se ajustam tão bem quanto na época que foram compradas. Deu para entender?

Quero dizer que vontades e sentimentos mudam
mesmo que não se acabem.

Isto é a crueldade do tempo...

Mas e o amor?Para onde foi?Onde ele está?
Será que chegará?
Seria poesia ou seria amor?Para quê tanto conflito se todas as formas de amar tem 
seu preço e risco?
                              Milena Luf



                                                       

Postagens mais visitadas deste blog

Mesmo se eu acordar...

Já não sei mais..