Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2014

Apenas contentar

Vou contentar as estrelas a guiar

meus passos até o sol raiar...

Vou sentir o amor e ficar alegre até

o sol se pôr...

                    Milena Luf

Patético ou poético?

Patético ou poético?
Qual a melhor maneira de criar?
Seria amar,ofertar,talvez dobrar.
Não sei.Mas sempre desejei o melhor
caminho.E qual seria o melhor destino?
Voltar e regredir ou banir e concluir?
E aonde morariam as portas?
E falando nisso,aonde estariam escritas 
as anedotas que aqui moram e lembram-me 
lorotas frias e esquecidas?

                         Milena Luf

Sonhos do coração...

Passar,repassar.

E nosso amor?

Será que sobreviverá?

E como não pensar em amar

se o amor me faz sonhar?


                                   Milena Luf

O simples sentimento de nossa alma...

Onde escondeu-se nossa alma?

E aonde estarão nossas garras 

de guerreiros?

Ficaram para trás ou não precisamos mais?

Enfrentaríamos riscos,ficaríamos fora de perigo

ou teria de contentar-me com um amigo?

Onde foi parar todo o amor de nossa alma?

                                  Milena Luf

Riscos e conflitos

Se sou alguém que veio atrás de um amor

já não sei,embora saiba que tudo o que mais 

quero e almejo é saciar meu desejo.

Conflitos e riscos e quem sabe uma pitada de 

ismos coloridos?

E quem saberá das cores?

Milena Luf

Projeções do amor

Hoje noto que meus olhos sempre estiveram fechados para o amore para toda a vida que sempre vivi com a intensidade de um projetor.

Noto que nomes mudaram as placas que sinalizaram todo o fogo do encontro...

Percebo ainda que a vida mudou mas 
não que não esqueci meu grande amor...

Milena Luf

Palavras sensíveis

Quero ir,refletir e sorrir...
Não apenas para brincar de amar
ou imaginar apenas o fogo a cruzar 
o olhar...
Já não sei se quero sentir,
pois isto pode diminuir nossa 
vontade de refletir as ideias 
a regredir.

Com razão ou não,

devemos amar com o coração
e com a sensibilidade da idade 
para não ficar apenas na saudade.

              Milena Luf

Seja como for...

Simplesmente sei do que já sei 
e sinto apenas o que sinto...

Saudade! Não importo-me mais
e hoje entendo não eram sentimentos
 reais,mas também não afirmo que sejam 
sentimentos banais.

Do jeito que for,e seja como for,
continuarei a amar o meu amor!

Milena Luf

Sentimentos independentes...

Não quero ser mais uma em sua alma
e também não quero iludir-me afim de 

ficar calma.

Não quero boleros ou vestidos indiscretos.

Com lealdade,já não sinto mais saudade.

Com todos os riscos e travessuras,

talvez nem eu saiba se ainda sou tua.


Milena Luf

Frases do início...

O ser humano até então implora por clemencia

ou perdão e de tudo o que se esconde

na vida, na verdade,veio de longe...

Milena Luf

Não sou deste universo...

Não sou deste universo 
e nem pretendo comprar ingressos,
pois não gosto de regressos e sim de 
amores completos.

Milena Luf

Uma poesia de amor!

Não sou joia,nem cara e rara.

Não temo bicos e também não 

temo os ismos.

Sou flor,sou o amor...

Sou fera,sou pantera.

Sou o alarme da saudade
e de tudo o que me invade.

Sou tudo em teu mundo nulo.
És o fio neste meu mundo vazio.

Sou a esperança deste teu mundo 
sem tranças.

Sou a bela e já nem sei se nosso 
mundo tem esferas...

Pode ser pudor,pode ser amor...

                       Milena Luf

Meu amor infinito...

Será que meu amor voou?

Ou será que ficou?

Precisaria de um rito ou ficaria no infinito?

Não é conversa,pois minhas portas sempre 

estiveram abertas e o meu riso

sempre almejou nosso amor infinito...

                                Milena Luf

Eu faço...

Se faço,te laço.Se consigo,não digo.

Se abraço,eu amasso.Com um botão,

estou com a razão.Se anoitece,engrandece.

Se amo, me engano e se me engano eu te amo.

Milena Luf