Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2013

Apenas mais um poema redundante.

Acabaram-se as lágrimas e com elas 
Acabou-se o choro e o amor? Será que precisamos nos agendar  para amar? Programar a felicidade? Por quê toda esta febre se sabemos que  o amor estacionou no coração? Por quê este sentimento ainda busca  explicação? Sim ou não? Pode haver,pode chover. Não sei... Ou sei lá? Quem sabe um dia o mundo não corra atrás?
                                                          Milena Luf

Razões e recordaçãoes

Razões do tempo que contemos no vento...
Seja brio,esteja frio.Não importa a hora,
tão menos o calafrio.

O tempo e o vento estão sempre na mesma direção ou será que devo ir na contra-mão?

O quê seria dos meus dias sem minhas 
rimas?Sem a mais peculiar esperança?
Sem a mais doce lembrança? Sem teu amor?

                                       Milena Luf




Caminhos lindos...

Caminhos lindos,
caminhos intrínsecos,
caminhos do coração...
Firmeza do tempo que 
que arde no espelho
à espera,não de um galho
e sim um atalho.
a firmar-se no espaço.

                   Milena Luf

Lemas e emblemas

O amor não está está no vento ou 
em pequenos sentimentos,pois este 
arranha quando clama ou chora quando
devora.
Será que é chegada a hora?
Lemas,embemas ainda importarão?
Ou nossos sonhos não passarão do portão?

                 Milena Luf

Semblante...

Meus sonhos são como encantos e jamais ficam 

de canto pois são como pássaros velozes e 

felizes,mesmo sem a presença do sol e suas 

diretizes, pois sonho até na imensidão da

mais dormente escuridão a seguir meu próprio 

semblante a sorrir...

                                Milena Luf

Rumos e rumores

Vou atrás de minha estrela até encontrar...

Encontrar um rumo ou até mesmo uma saída.

Talvez seja um encontro com a paz ou pode 

ser que eu queira mais...

                                     Milena Jane Maluf


Vozes do coração

Socorro! Estou incerta mas mantenho-me reta.
Reta e paralela.Paralela aos sonhos,ao mundo,
às cores,à beleza e à natureza.

Talvez por isso mantenha-me distante como um fio de barbante.

Posso agir para não rir ou gargalhar para não mais chorar.

Tenho certeza de que o mundo ainda clama e
que a voz do teu coração ainda me chama.

                                   Milena Luf

Rascunhei início I

                Poesia 1 

Sim.Sempre sim...Sinto que é eterno.
Aos teus braços voltarei...
Não sei quando,mas sei.
Sei que andei e mesmo pelas ruas 
que passei,jamais desanimei,
mas nenhuma delas era tão deserta e
totalmente livre ou inibida a mostrar 
todo seu apreço e carinho.
Andei.Andei muito até encontrar.
Andei,chorei,criei,sorri e até me diverti. 
Brincar?Não! Jamais brinquei ou desanuviei
meus passos...
Trilhas,caminhos,paradas,riscos.
Tudo isso valeu a pena e com toda a certeza,
tudo o que vivi valeu a pena.
Compromissos a parte.Tratos desfeitos.
Lembranças e memórias que até então pareciam perdidas no tempo...
                           Milena Jane Maluf


The beggining

Quero guardar para não mais aguardar.
Quero gritar para entender e não mais 
sofrer.Não quero iludir,mas quero poder 
sorrir.Não quero fazer rimas,para assim  
não causar intrigas.
                                   Milena Luf

Mundos incertos...

Ah,meu amor!Por quê tudo se perdeu e o céu escureceu?
O quê foi feito de mim,de ti,de nós?
Por quê o mundo deu este nó?
O quê será que foi feito daquele tempo?
Pode ser que esteja escondido.
Pode ser um amor bandido?Recolhido?
Ou banido?
                  Milena Luf

Mania de sonhar...

Ser,estar,criar,amar...
Lindos verbos que 
transcendem o olhar
para assim criarmos 
a manina de sonhar...

                             Milena Luf

Plenitudes...

Se em pleno dia,não restarem
nem as margaridas,
o quê será do meu dia?

Teria hora,dia ou segundos?
Teria alguma peça que impeça
ou teria a alma sincera?

Teria som?Ou teria cor?
Teria maldade?Teria amor?

                        Milena Luf

Ventania...

Amores que vão na contra-mão.

Amores não são em vão.

Pessoas que vêm,

talvez seja para o bem.

Amores que partem

pode ser pela idade,

pode ser por bom-senso 

pode ser por alegria,

pode ser por ventania.

                                     Milena Luf

Notinha insana...

Tudo o que mais queria era ter você na mira.
Na mira dos sonhos.Na mira do sol.
Na mira e na ira. Não apenas em versos,
mas confesso que tenho de apender o 
teu dialeto.
Se ainda assim,não aprender,posso ver para crer
e rezar para chover...


Razões do coração

Razões são como as imediações de um universo sem palavras ou discussões sensatas.
São como mundos paralelos que cruzam-se na linha de chegada e tornam-se sãos ao chegar ao coração.                                                      Milena Luf

Um pouco de mim...

Dei um pouco de mim para muito amar-te.
Dei-me um pouco para o sol para muito revelar-me.
A constelação enxerguei e mais ideias não tive ao enxergar  a nitidez das nuvens.
Sim,progredi.E de tanto progredir  não saí daqui.
                                Milena Luf